Dança x Dinheiro

Atualizado: Jun 25

A dança é linda, é da alma, é um dom, um talento, tudo isso e MUITO mais. Acredito que ninguém escolha trabalhar com dança só para ganhar dinheiro, mas quando você escolhe trabalhar com ela, isso implica em usá-la como ferramenta para se sustentar.





Dançar também é sua fonte de renda!


No meu caso, por exemplo, há praticamente 10 anos ela deveria ser minha única fonte de renda, mas dentro desses anos, há apenas três é de fato!

A crença do "é arte, então vale tudo" faz com que muitas vezes nós deixemos nosso mercado amador.


Todos os humanos têm interesses movidos pelo ego. Está na essência do SER a vontade de "pertencer", mas com isso, as vezes perdemos a referência, diminuímos a nossa capacidade de avaliar nossos reais interesses e necessidades e colocamos isso a frente do que deveria ser um trabalho, como qualquer outro. Sem perceber desvalorizamos nós mesmos e quem segue na área.


O dinheiro é importante.


Já fui a pessoa que gritou: "não importa se eu não ganhar dinheiro, eu amo isso e vou fazer pelo resto da vida". Se eu quisesse passar uma vida dependendo financeiramente de outras pessoas, talvez. Mas nunca quis!

Primeiramente porque eu sempre tive uma vida confortável, mas também tive que abrir mão de sonhos por insistir em trabalhar com dança. Mas, como todas as pessoas, tive que fazer escolhas.


Não apenas por dedicação, mais também por boas decisões e um pouco de sorte, consegui aliar o meu desejo de seguir nesta profissão e conseguir me sustentar. Mas muita gente não consegue!


Você é profissional da dança? Então você precisa saber seu valor!


Então pessoas que são profissionais da dança, não tenham medo de vender seus cursos, de fritar a cabeça madrugadas a dentro pensando em maneiras de crescer no mercado, e mais, FORA DELE (além da nossa bolha, no mundo tem muita gente querendo dançar).

Além disso, não tenham medo de cobrar pelos seus trabalhos, colocando um valor que vocês consideram justo aliado ao entendimento de precificação praticada no meio - afinal estamos a serviço da demanda de quem quer ver show e fazer aula, ou seja, não adianta cobrar R$1000 a hora aula se não tem gente que pague por isso.


Em conclusão...

Pensem, avaliem, anotem, repensem, reavaliem, mudem de ideia, experimentem, só não esqueçam que a dança é o seu TRABALHO, além de ser linda, expressiva, curadora e tudo de mais poderoso que ela possa ser!

12 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo